Dicas para você conseguir honrar sua linha de crédito

Todo mundo passa por dificuldades financeiras na vida e, em algum momento, apela para alguma linha de crédito. Este é o nome geral dado a todo tipo de fonte de empréstimo comum e presente no dia a dia de quem trabalha com banco ou cartão de crédito: cheque especial, crédito rotativo do cartão, empréstimo do BNDES, etc.


Uma linha de crédito é concedida depois de uma análise da situação financeira do requerente, sua renda fixa e o mais importante: seu comportamento em relação às suas dívidas. É comum se perder no controle de despesas, principalmente quando faz muitas compras parceladas no cartão (o que a gente não sente na hora, mas quando vem a conta…), por causa dos juros altos da linha de crédito. Mais perigoso ainda é parcelar a dívida, utilizando o chamado crédito rotativo, ao qual se aplicam os juros compostos, aqueles que fazem sua dívida crescer como uma bola de neve.

Estar inscrito em muitas linhas de crédito faz com que seu nome receba uma pontuação mais baixa no SERASA: sabe-se que até mesmo a simples consulta a respeito do seu crédito diminui este score, que tem empatado a vida de muitos brasileiros, mesmo sem motivos concretos. Esta pontuação é um indicador de inadimplência: quem tem um número baixo, tem um grande pontencial de tornar-se inadimplente no período de 12 meses.

Para conseguir honrar sua linha de crédito e aumentar sua pontuação no SERASA, é bom analisar com calma sua atitude frente às compras: você consegue manter um controle de despesas, sabe quanto vai cair no seu cartão de crédito no dia do pagamento?

Se a resposta for “não”, é melhor passar a comprar à vista ou pagando em parcelas até 3x: pelo menos você vai sentir mais rapidamente o peso dos gastos e pode pensar duas vezes na hora de fazer a próxima compra.

Consulte já o seu nome e comece a sair do vermelho!